Manaus

A verdade sobre a suposta agressão a um jornalista dentro do Portal CM7

  • março 11, 2020
  • 2 min read
A verdade sobre a suposta agressão a um jornalista dentro do Portal CM7

Manaus – O jornalista Matheus Medina foi para as redes sociais e a delegacia dizendo que foi agredido e quase enforcado pela dona do Portal CM7, o que não passou de uma grande mentira e armação.

Matheus Medida tem um comportamento ansioso, o portal CM7 deu oportunidade para o jovem jornalista mesmo sabendo que ele sofria de certos distúrbios, medos excessivos e síndrome de pânico, porque achava que poderia melhorar, se tivesse um emprego fixo. Matheus passou por diversos portais entre eles o Observatório Manaus, por isso a confiança em empregá-lo.

Mateus estava apenas há 30 dias no CM7 de carteira assinada.  Nunca teve qualquer tipo de atrito com a empresária.

Foi tomada a decisão de tirá-lo do quadro de funcionários devido a síndrome de pânico que ele passou a ter e achamos estranho o comportamento. Relatou aos colegas de trabalho que temia pela vida dele trabalhando no CM7, porque tinha muitas reportagens de crimes.

Por diversas vezes Mateus entrou em pânico em reportagens de rua achando que estaria sendo perseguido  por traficantes. Tudo coisa da cabaça dele.

Por conta dessa doença e síndrome de perseguição foi que a diretora tomou a decisão de tira-lo da equipe.

No dia 9 as 11h o Mateus grava um vídeo e faz BO orientado pelo sindicato dos Jornalista a mentir e dizer na delegacia que havia sido agredido e enforcado.

Veja o vídeo do momento exato que Mateus saiu do Portal CM7, pegou a moto e saiu. Tranquilo, sereno e sem se quer um arranhão para quem disse que foi estrangulado.

Minutos depois forjou um choro e gravou videos orientado pelo sindicato dos jornalistas do Amazonas no único intuito de manchar a marca CM7.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × cinco =