Bomba: líderes comunitários pagos por Wilker Barreto são denunciados por propagar o caos e o Covid em Manaus

Bomba: líderes comunitários pagos por Wilker Barreto são denunciados por propagar o caos e o Covid em Manaus

Manaus (AM) – Na manhã de terça-feira (16), uma manifestação promovida por oposicionistas do governador Wilson Lima (SPC) ocorreu em frente à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), localizada na avenida Mário Ipiranga, zona sul de Manaus. O pequeno ato, que ainda foi dispersado pela polícia, deixou o deputado estadual Wilker Barreto completamente frustrado.

O Portal CM7 teve acesso às conversas do grupo dos manifestantes, e descobriu que por trás de toda aglomeração e baderna causada na frente da Aleam, tem o dedo do deputado Wilker Barreto, André Queiroz e Andrade de Oliveira,  que são assessores de parlamentares envolvidos em milícia digital.

Áudios revelam que o André Queiroz e Andrade de Oliveira são milicianos contratados pelo deputado. Os mesmo teriam recebido dinheiro de Wilker para pagar quem topasse se passar por manifestantes para propagar o caos, e o Covid.

Ouça áudio de um manifestante negociando com Andrade:

No entanto, Wilker teria ficado frustrado com o trabalho dos cabeças, principalmente de André, que é líder comunitário do bairro Nossa Sra. de Fátima e mobilizou dezenas de pessoas que nem sequer conseguiram chegar na manifestação, deixando-a mais vazia que o esperado.

Porém um áudio, que supostamente é de Andrade, revela que André teve problemas ao locomover os seus ‘figurantes’ para a manifestação; o ônibus, supostamente alugado por Wilker, era velho e pregou.

Ouça:

Não contente, o deputado Wilker Barreto já planeja novo ataque, e dessa vez decepcionado com André Queiroz, deve contar apenas com o trabalho de Andrade de Oliveira, que é velho conhecido por liderar movimentos pagos por políticos.


Fechar Menu