Coordenador de campanha eleitoral é preso no AM suspeito de distribuir cestas básicas estragadas

Coordenador de campanha eleitoral é preso no AM suspeito de distribuir cestas básicas estragadas

Segundo informações da Justiça Eleitoral do município, cerca de 233 unidades foram apreendidas.

Um coordenador de campanha eleitoral de Codajás, distante 239 Km de Manaus, foi preso, na noite dessa terça-feira (3), suspeito de armazenar e distribuir cestas básicas estragadas para eleitores. Segundo informações da Justiça Eleitoral do município, cerca de 233 unidades foram apreendidas.

Os policiais cumpriram mandado de busca e apreensão. Ao ser questionado pela polícia, o homem falou, inicialmente, que os ranchos pertenciam a ele mesmo. Em seguida, ele mudou a versão e informou que as cestas pertenciam à Associação da Colônia de Pescadores do município.

No entanto, uma denúncia que chegou até a polícia apontou que os alimentos foram desviados do Governo do Amazonas, e deveriam ser distribuídos a famílias carentes. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil (PC).

Por conta de más condições de armazenamento das cestas básicas, todos os produtos foram inutilizados pela Vigilância Sanitária do município. O órgão também encontrou uma grande quantidade de baratas, roedores e outros insetos no local.

Segundo a Justiça, o coordenador de campanha deve passar por um audiência de custódia ainda nesta quarta-feira (4). O delito pode ser enquadrado como crime comum e também eleitoral.


Fechar Menu