Funcionários da SEDUC na campanha de David Almeida

Funcionários da SEDUC na campanha de David Almeida

Opinião | Funcionários da SEDUC na campanha de David Almeida

Amazonino não vai ao debate do SBT

Action Pesquisa: Amazonino lidera. Disputa continua acirrada pela 2ª vaga

Ministério Público Federal (MPF) pode pedir afastamento de deputados estaduais denunciados pelos 5%

Não é de hoje que muitos candidatos tem usado servidores públicos e comissionados para fazer campanha eleitoral.

Anúncios

Um dos casos que chegou até o Direto ao Ponto nessa eleição para a prefeitura de Manaus é que David Almeida vem recebendo apoio de funcionários da Secretária de Estado de Educação do Amazonas (SEDUC).

⭕

Máquina pública

Nas reuniões promovidas por David Almeida é comum a presença de servidores do Governo do Amazonas, em especial da área de educação.

Entre coordenadores, gestores e assessores, separamos imagens com mais de dez nomes envolvidos diretamente na campanha de David. Você confere as imagens no Direto ao Ponto.

Gestora do CETI, Gestor da EE Demóstenes Nelson, Coordenador Administrativo e Coordenadora Geral CDE 05.

 

Coordenadoria 03: Geral, Administrativa e do Ensino Médio.
⭕

Desequilíbrio

Essa, infelizmente, é uma prática muito comum e deve ser seriamente combatida, pois desequilibra o processo eleitoral.

O candidato que quer disputar a eleição ou eleger um sucessor fica proibido por lei de fazer uso da máquina administrativa.

O servidor comissionado ou agente político, quando estiver no exercício do cargo ou representante do órgão público, não pode fazer campanha eleitoral, durante o horário de expediente.

Prática proibida

Existem leis que proíbem esta prática, como a lei 9.504/97 chamada “lei das eleições”, além de resoluções do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O Partido beneficiado pelo uso da máquina pública pode perder o dinheiro do Fundo Partidário, o funcionário público ou candidato pode ser multado, de forma pesada, e em casos mais graves o candidato pode ter seu mandato cassado pela justiça.

A população pode denunciar, uma vez que o TSE dispõe de um aplicativo chamado “Pardal”, onde o eleitor pode denunciar o uso da máquina pública e outras irregularidades como compra de votos e outros crimes eleitorais.

⭕

Parcerias

Essa pratica comum, em muitos órgãos públicos, está na mira do TRE e do TSE, que já detectou, em muitos casos, a elaboração e disseminação de Fake News durante o expediente de trabalho e dentro do órgão público.

Inclusive a Justiça eleitoral firmou parcerias com o Google e  Facebook para colaboração mútua e rápida identificação.

Hoje, esse é um dos maiores desafios nas eleições municipais de 2020.

⭕

Debate SBT

O grupo Norte de Comunicação realiza nesta sexta (06), às 11h, o debate dos candidatos a prefeito de Manaus.

Dos 11 candidatos apenas 9 foram convidados para o debate por conta da representatividade, ou seja, o partido tem que ter pelo menos cinco parlamentares no Congresso Nacional. Entretanto apenas 8 confirmaram a presença no evento, o candidato Amazonino Mendes informou que não participará de nenhum evento presencial.

⭕

Segundo turno indefinido

Estudo publicado ontem (4) pela Action Pesquisas, apontou que Amazonino Mendes continua liderando as intenções de votos em Manaus, e é o único nome consolidado para disputar o 2º turno, com 29,2%.

Seguido de David Almeida, com 16,1%, Ricardo Nicolau, com 12,5% e José Ricardo, com 11,4%.

Capitão Alberto Neto, segue com 6,3%, Alfredo Nascimento, com 6,2% e Coronel Menezes, com 4,8%.

A briga pela segunda vaga segue indefinida. E muita água ainda vai rolar até o dia 15 de novembro.

⭕

MPF denuncia bancada dos 5%

As operações da Polícia Federal que atingiram o Governo do Amazonas, agora ameaçam atingir a Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM).

Denúncias do Ministério Público Federal (MPF) contra a bancada dos 5% chegam ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). De acordo com o portal D24AM, está pronto o requerimento de afastamentos e até prisões de parte dos deputados da Assembleia Legislativa do Amazonas.


Fechar Menu