Vaidade e ganância poderão destruir a carreira política do vice-governador Carlos Almeida

Vaidade e ganância poderão destruir a carreira política do vice-governador Carlos Almeida

O vice-governador Carlos Almeida (PRTB), está tentando forçar seu nome para disputa nas eleições de 2020. Diante à negativa do governador, Wilson Lima (PSC), sobre seu nome, Carlos tem investido em criar dificuldades para o governo, para apresentar soluções.

Porém o pobre e iludido número 2 do Estado está tão cego e sedento de poder que está esquecendo que além de perder o mandato em uma eventual cassação, pode perder os direitos políticos e de brinde ganhar uma visita dos agentes da Polícia Federal (PF), e uma pulseirinha muito especial, na moda entre os políticos hoje em dia.

Três fatores primordiais tiram sua preferência de apoio a uma candidatura à prefeitura de Manaus 1º; A agenda política dos Calderaro (Chefes de Wilson Lima), não está alinhada com a de Almeida. 2º; As divergências de pensamentos políticos e administrativos é gritante e 3º; Carlos Almeida não detém mais a confiança de seus pares, em pouco tempo já conseguiu se queimar.

E assim segue Carlos Almeida, no seu sonho de uma noite de verão, agindo nas sombras, corrompido pelo desejo de poder e frustrado pela própria incapacidade de crescimento devido a sua má fama no meio político já conquistada.


Fechar Menu