Virada Feminina no Amazonas emite nota de repúdio contra o filme ‘Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola’

Amazonas – Representando a Virada Feminina no Amazonas, a presidente do movimento, Cileide Moussallem, emitiu uma nota de repúdio contra o filme ‘Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola’, que banaliza a pedofilia e ataca fortemente a família brasileira.

O filme, dirigido por Danilo Gentili e protagonizado por Fábio Porchat, entrou recentemente no catálogo da Netflix com a classificação indicativa de apenas 14 anos, e está gerando revolta nas redes sociais.

Isso porque no longa-metragem, o professor, interpretado por Porchat, sugere que dois meninos o masturbe, como se o assédio sexual de crianças e adolescentes fosse algo engraçado e aceitável.

Para Cileide, o filme é considerado uma aberração: “É um absurdo, uma apologia à pedofilia. No filme, o cara está induzindo duas crianças a praticarem um ato sexual com ele. Até quando a família brasileira vai ser atacada por atores e diretores esquerdistas de filmes como estes? Quem concorda com isso, e aplaude, é conivente com o crime de pedofilia”, citou a presidente da Virada Feminina no Amazonas.

Ainda na nota, Moussallem cobrou posicionamento do Ministério Público e da Netflix, que disponibilizou um filme que incentiva a criança à masturbação, a se vender e ser abusada.

Por fim, a presidente do Virada Feminina no Amazonas pediu a união da nação para que esse filme não seja reproduzido. “É repugnante o que está acontecendo na nossa televisão. Nós precisamos mudar agora o que tá tomando conta do nosso país. Convoco todos os políticos da bancada do Amazonas, o presidente e toda a população, para que repudiem o filme”, afirmou Cileide Moussallem.

Veja vídeo:

Créditos: Portal CM7