Bolsa Universidade 2020: a chance para você ir mais longe

Bolsa Universidade 2020: a chance para você ir mais longe

A oportunidade de cursar uma faculdade gratuitamente está aberta a todo
o cidadão de baixa renda residente na capital amazonense a partir das
10h desta quarta-feira, 14/11, por meio do programa Bolsa
Universidade, da Prefeitura de Manaus. O edital para o ano de 2020,
lançado no último dia 05/11, prevê 17,5 mil vagas em comemoração aos
350 anos da cidade de Manaus. As inscrições são online e podem ser feitas
por meio do endereço: http://bolsa.manaus.am.gov.br/.
Ao longo de 10 anos de existência do programa, foram mais de 90 mil
benefícios concedidos e mais de 500 mil inscrições realizadas. O programa
socioeducacional visa democratizar o acesso ao Ensino Superior em
Manaus, contribuindo pela melhoria e qualificação do mercado de trabalho
em geral. Além disso, é um agente multiplicador dentro da sociedade
manauara, na medida em que os beneficiários devolvem em ações e
trabalho o conhecimento adquirido.
Pelo Bolsa Universidade, o beneficiário não precisa devolver o valor que foi
investido na qualificação. Ao invés de pagar pelo seu estudo, o aluno deve
participar de projetos de cunho social, educacional, cultural,
socioambiental, esportivo, entre outros, realizados pela própria Prefeitura
de Manaus e parceiros.
Desta forma, o estudante contemplado deve aliar o seu aprendizado
teórico, que foi adquirido durante o curso em sala de aula, com a prática.
Assim, ele poderá complementar o seu processo de ensino e
aprendizagem, além de contribuir com o desenvolvimento social da cidade,
por meio de uma participação ativa na comunidade em que está inserido.
As bolsas de estudo podem ser integrais (100%) e parciais, de 75 ou 50%,
em cursos de graduação, para estudantes de baixa renda,
comprovadamente sem condições de custear seus estudos, em instituições
particulares de Ensino Superior, estabelecidas na cidade de Manaus.
Podem participar do processo seletivo, os brasileiros natos ou
naturalizados, que residam em Manaus, e tenham renda familiar per capita
(por pessoa da família) não excedente a um salário mínimo e meio.
Além disso, devem estar regularmente matriculados ou aptos a se
matricular em uma das IES parceiras do Programa, que podem ser
consultadas no site do programa. É preciso ainda ter ensino médio
completo ou equivalente (pode ser concluído até 31/12/2019) e não
possuir diploma de curso superior ou estar matriculado em IES pública. O

candidato também não pode ser beneficiado por programa de graduação
mantido pelo poder público ou pela iniciativa privada.
O processo seletivo é composto pela inscrição eletrônica que vai até
domingo, 01/12, seguida de classificação com base na menor para a
maior renda familiar per capita, de acordo com a quantidade de vagas
disponíveis em cada curso. O percentual da bolsa maior é conferido aos
candidatos de menor renda. O resultado da primeira chamada está
previsto para o dia 04/12.
Após a efetivação do processo seletivo, é importante também que o
candidato esteja aprovado no vestibular da instituição definida.
Nesta edição, 15 instituições de ensino privadas se credenciaram para a
oferta de bolsas: Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas
(Ciesa), Centro Universitário Fametro, Centro Universitário Luterano de
Manaus (Ulbra), Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau),
Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam), Faculdade Boas Novas
(FBN), Faculdade Martha Falcão Wyden, Faculdade Salesiana Dom Bosco,
Faculdade Santa Teresa, Fucapi, Instituto Amazônia de Ensino Superior
(IAES), Materdei, Uninorte Laureate, Universidade Estácio de Sá e
Universidade Nilton Lins.

Por: Secretaria Municipal de Comunicação
conteúdo de responsabilidade do anunciante


Fechar Menu