Internado em São Paulo com Covid-19, prefeito de Manaus posta vídeo e alerta: ‘Doença traiçoeira’

Internado em São Paulo com Covid-19, prefeito de Manaus posta vídeo e alerta: ‘Doença traiçoeira’

Mesmo sem previsão de alta, boletim médico do hospital Sírio Libanês aponta que Arthur Virgílio Neto passa bem e tem quadro estável.

Em tratamento para Covid-19, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, segue internado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Sem previsão de alta médica, o Arthur postou um vídeo em suas redes sociais onde chama a doença “traiçoeira”, mas tranquiliza sobre seu caso ao afirmar que “o pior já passou”.

Arthur está internado há dez dias, desde o final de junho, quando deu entrada em um hospital particular de Manaus após apresentar sintomas da Covid. Ele e a primeira-dama, Elisabeth Valeiko, testaram positivo e passaram uma semana internados juntos na capital, até que Arthur pediu sua transferência para São Paulo.

“Uma advertência: ninguém brinque com a Covid-19. É uma doença traiçoeira, imprevisível e que precisa ser mais estudada para ser melhor enfrentada”, alertou Arthur em vídeo gravado dentro do Sírio Libanês.

No hospital paulista, o prefeito faz, além da conclusão do tratamento para o coronavírus e check-up geral. Arthur, há alguns anos, faz no Sírio acompanhamento médico desde que fez uma cirurgia para retirada da próstata. Segundo ele, essa foi uma das razões que o levou a pedir a transferência.

Conforme o boletim médico do hospital Sírio Libanês desta terça-feira (7), Arthur Neto se encontra bem, internado na unidade de terapia semi-intensiva, onde respira com auxílio de um cateter de oxigênio.


Fechar Menu