Prefeitura de Manaus faz contrato de R$ 19 mi para serviço de comunicação digitalPrefeitura de Manaus faz contrato de R$ 19 mi para serviço de comunicação digital

Prefeitura de Manaus faz contrato de R$ 19 mi para serviço de comunicação digitalPrefeitura de Manaus faz contrato de R$ 19 mi para serviço de comunicação digital

Faltando sete meses para as eleições municipais, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), efetivou contrato para serviço de comunicação digital no valor global de R$ 19 milhões com a empresa Agência de Interatividade e Marketing Ltda., do empresário Durango Duarte.

O extrato do contrato n°002/2020 foi publicado na edição de quarta-feira, 18, do Diário Oficial do Município (DOM). Confira o documento no final da matéria.

De acordo com as informações da publicação, o contrato terá vigência de 12 meses, a contar de 2 de março de 2020 a 1° de março de 2021, e o valor mensal está estimado em R$ 1,5 milhão. O despacho de homologação do contrato é assinado pela secretária de comunicação Kellen Cristina Veras Felisardo Lopes.

Conforme dados da dotação orçamentária, as despesas do contratos foram empenhadas sob o n° 2020NE00094, no valor de R$ 2 milhões, ficando o restando a ser empenhado durante a execução do contrato e consignado no orçamento deste e do próximo exercício.

Procurada pela reportagem, a Semcom informou que o referido contrato possui natureza continuada, na modalidade Concorrência, conforme consta no extrato do Diário Oficial.

A Semcom ressaltou, ainda, que, ao longo de mais de 30 anos de sua existência, a secretaria adota estratégias que acompanham o processo de comunicação, sempre pensando no maior alcance do cidadão e na transparência e divulgação dos serviços executados pela Prefeitura de Manaus.

“Diante das atuais mudanças e o surgimento das novas mídias, é cada vez mais necessário está conectada à população e, por isso, atenta a esse comportamento, a secretaria está investindo em novas formas de dialogar com o contribuinte, fortalecendo a interação digital”, fala a nota enviada à redação de O Poder.

Ainda segundo a secretaria, conforme consta em contrato, dentre os principais objetos da nova prestação de serviços, destacam-se: o planejamento, implementação, manutenção e monitoramento de soluções de comunicação digital; criação, implementação e desenvolvimento de formas inovadoras de comunicação digital, destinadas a expandir os efeitos de mensagens e conteúdos do Poder Executivo Municipal, em seus canais proprietários e em outros ambientes, plataformas ou ferramentas digitais, em consonância com novas tecnologias; a criação e adaptação de roteiro para vídeo para publicação em propriedade digital; produção de vídeo depoimento, animação, vídeo colagem, transmissão ao vivo, produção de vinheta, podcast e outros produtos para propriedade digital.

Por fim, a Semcom reforçou que a contratação visa às metas estabelecidas pelo planejamento estratégico “Manaus 2030”, dentro do programa Cidade Inteligente, que busca por uma prefeitura conectada com a sociedade, especialmente por meio da publicidade, transparência, colaboração e agilidade. A nota esclarece que o contrato cumpriu com todos os requisitos legais necessários, estando em consonância com a Lei Municipal Lei 8666/93.

Licitação 

O empresário Durango Duarte, dono a empresa Interatividade, disse à reportagem que o contrato passou por um processo licitatório transparente e os serviços são pré-definidos. “Isso é comunicação digital, e só serve para fazer a comunicação digital, tais como: produção de conteúdo digital, gestão, e não tem relacionamento com patrocínios de blogs e portais”, explicou o empresário.

Durango Duarte ressaltou que o contrato é extremamente vantajoso para o poder público, pois não existe honorários para impulsionamentos caso a prefeitura tenha que impulsionar algo nas plataformas do Google, Facebook ou Instagram.

“Este modelo de contrato não é uma invenção da Prefeitura de Manaus, esse modelo é o mesmo modelo licitatório da presidência da República, da Secretaria de Comunicação que vem desde o governo Dilma. Então, o edital que participei é idêntico o que atende ao governo federal, mas, não especificamente o governo Bolsonaro, mas, o que atendeu o Governo Dilma e, também, Michel Temer”, explicou.

Segundo o empresário, o papel do contrato é trazer a comunicação que a prefeitura usa na chamada “plataforma off”,que incluem as televisões, rádio e jornal, ou algo que está dentro de sites, para trazer para uma linguagem dos canais que a prefeitura usa.

“O recurso será aplicado para produção de vídeos, podcasts, fotografia, relatórios, gerenciamento de mídia e performance”, explicou o empresário.

Veja o extrato de contrato:


Fechar Menu