Taxista morre em hospital após ser esfaqueado em Manaus; polícia suspeita de latrocínio

Taxista morre em hospital após ser esfaqueado em Manaus; polícia suspeita de latrocínio

Caso aconteceu na noite deste domingo (20). Vítima teria sido encontrada ferida em um posto de combustíveis.

Um taxista de 27 anos morreu, na noite deste domingo (20), após ser esfaqueado em Manaus. Segundo a polícia, a vítima chegou a ser socorrida para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos. A suspeita é que o homem tenha sido vítima de um latrocínio.

Conforme relato da irmã da vítima para a polícia, a namorada do taxista recebeu uma ligação dele por volta das 23h30, em que ele informou que tinha acabado de ser esfaqueado. No entanto, o homem não conseguiu informar onde ocorreu o crime, nem quem teria sido autor dos golpes.

A namorada da vítima conseguiu encontrar o taxista em um posto de combustíveis, ligou para um colega do casal e eles o socorreram para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) da Zona Sul. Em seguida, o taxista foi transferido para o Hospital e Pronto Socorro João Lúcio.

Esfaqueado na região do pescoço e costela, o homem não resistiu aos ferimentos e morreu. Para a polícia, a irmã da vítima não soube informar onde estaria a namorada do taxista. Ela deve ser chamada para prestar depoimento e ajudar com mais informações para as investigações.

A polícia suspeita que o crime tenha sido um latrocínio: roubo seguido de morte. O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).


Fechar Menu