Década de 2010 a 2019 foi a mais quente da história, mostra relatório

Década de 2010 a 2019 foi a mais quente da história, mostra relatório

O ano passado também esteve entre os 3 mais quentes já registrados. No documento ‘State of the Climate 2019’, cientistas mostram, com vários indicadores, os danos causados pelo aquecimento do planeta.

Um relatório elaborado por cientistas do mundo inteiro e publicado na quarta-feira (12) mostra que a década de 2010 a 2019 foi a mais quente da história do planeta e que o ano passado esteve os três mais quentes já registrados desde o século 19.

Os dados seguem a tendência histórica: desde a década de 1980, cada ciclo de dez anos tem sido mais quente que o intervalo correspondente anterior. Entre 2010 e 2019, a média foi 0,2ºC mais quente que a registrada entre 2000 e 2009.

Além disso, segundo os cientistas, apenas o ano de 2016 – e, para alguns dados, o ano de 2015 – foram mais quentes do que 2019. Depois de 2013, todos os anos subsequentes foram mais quentes que os anteriores, desde meados do século 19.

Esta é a 30ª edição do relatório anual “State of the Climate” e se refere ao ano passado, que teve a contribuição de 528 autores e editores de 61 países. A série histórica mostra, ano a ano, as consequências das mudanças climáticas.


Fechar Menu