Tiroteio deixa um morto e um baleado após ataque a grupo rival dentro de casa, em Manaus

Tiroteio deixa um morto e um baleado após ataque a grupo rival dentro de casa, em Manaus

Polícia informou que ocupantes chegaram ao local em três veículos e efetuaram diversos tiros contra grupo que estava dentro de uma casa.

Um tiroteio na manhã desta sexta-feira (24) deixou um homem de 34 anos morto e um rapaz de 19 anos baleado após um ataque de outro grupo criminoso a uma casa no bairro Nova Esperança, Zona Oeste de Manaus. Segundo a polícia, três homens que estavam dentro da residência foram presos. Os suspeitos de terem atirado fugiram.

De acordo com o tenente da 20ª Companhia Interativa Comunitária Marivaldo Costa, por volta das 5h, a polícia foi informada por meio do 190 que três veículos haviam entrado na Rua São Timóteo para executar pessoas que estavam em uma casa. A denúncia informou que foram vários disparos efetuados no local.

“De imediato, conseguimos entrar na casa, mas os atiradores já tinham ido embora. Dentro da residência localizamos três homens, sendo, um deles morto e outro dois estavam se fingindo de morto. Um, inclusive, levou um tiro na perna e quando ele visualizou a presença da polícia, se espertou. Outros dois conseguiram se evadir pela parte de trás da casa, nós fizemos as buscas e encontramos”, disse.

Ao todo, no local do crime, três homens que estavam dentro da casa no momento do tiroteio, foram detidos pela polícia. O quarto rapaz, baleado na perna, foi levado para uma unidade hospitalar. Ele deve ser levado para uma delegacia após receber alta. O quinto homem morreu dentro da casa.

Os presos, que já possuem passagem pela polícia, possuem idades entre 20 e 23 anos. Com um dos presos que estava dentro da casa e tentou fugir para área de mata, a polícia apreendeu um revólver.

O tenente disse que granadas foram lançadas no local. O Grupamento de Manejo de Artefatos Explosivos (MARTE) foi acionado para realizar o desarme dos explosivos.

Diversas munições deflagradas foram encontradas dentro da casa. O material foi recolhido pela perícia e deve auxiliar no inquérito policial para identificação dos atiradores.

A casa que estava o grupo de cinco homens era alugada. A polícia disse que o dono do imóvel informou que um casal alugou o local há cerca de 30 dias, e desconhece os cinco homens que estavam lá no momento do tiroteio.

Policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) ouviram o relato dos três presos dentro de uma viatura da polícia. Eles devem ser apresentados no 19° Distrito Integrado de Polícia.


Fechar Menu